RANGANATHIANDO2.COM
Ranganathiando para você na net. Biblioteconomia, Documentações, pesquisando de tudo um pouco na internet e muito mais...
Read On 0 comentários

Rede da Memória Virtual Brasileira

quarta-feira, junho 03, 2009
A Fundação Biblioteca Nacional em parceria com a FINEP lança esse mês o site REDE DA MEMÓRIA VIRTUAL BRASILEIRA. Buscando atingir os públicos geral e acadêmico, o site agrega textos e imagens relativas a diversas temáticas sobre a história, literatura e artes do Brasil.

Para o lançamento, a Biblioteca Nacional conta com cerca de dez parceiros institucionais que disponibilizaram seus acervos para a Rede da Memória. Além da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, que oferece consultoria acadêmica através do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, alguns dos parceiros são a Fundação Casa de Rui Barbosa, o Museu Histórico Nacional, a Fundação Oscar Niemeyer, a Fundação Cultural de Curitiba e o Museu do Índio.

Além das parcerias institucionais, o site conta com dezenas de colaboradores, especialistas que submetem textos para a publicação no site. São cerca de 150 textos e 1200 imagens e arquivos sonoros reproduzidos para o público.
Read On 0 comentários

Programa MAIS CULTURA do Ministério da Cultura

quarta-feira, junho 03, 2009
EDITORES, DISTRIBUIDORES, LIVREIROS

A Comissão Especial de Normatização (CEN), instituída no âmbito da Fundação Biblioteca Nacional por Decisão Executiva nº 27, datada de 25/08/2008, para selecionar livros que irão compor acervos bibliográficos para o Programa MAIS CULTURA do Ministério da Cultura, dentro das ações Modernização de Bibliotecas (1.000 títulos) para 410 bibliotecas e Instalação de Bibliotecas Itinerantes (650 títulos) para 600 Pontos de Leitura, já deu por encerrada sua missão.

Os títulos foram classificados em sete (7) macro-áreas de conhecimento: artes e multimídia, referência, ciências humanas, ciências biológicas, ciências exatas, literatura e literatura infantil e juvenil.

Os especialistas, partindo da ampla seleção já realizada em 2007, optaram por incluir entre 30% e 60% de novos títulos, distribuídos conforme informado abaixo:

Áreas - Porcentagem e número de títulos indicados para compra
1. Ciências exatas, da terra e tecnologias - 11% (110 livros)
2. Ciências biológicas, da saúde e meio ambiente - 11% (110 livros)
3. Filosofia e ciências humanas - 11% (110 livros)
4. Artes e multimídia - 11% (110 livros)
5. Obras de Referência - 12% (120 livros
6. Literatura - 18% (180 livros)
7. Literatura infantil e juvenil - 26% (260 livros)
Total - 100% (1000 livros)

A maioria das áreas apresentou número excedente de títulos, para facilitar a aquisição, caso existissem obras fora do mercado ou em número insuficiente. Portanto, os títulos estão numerados por ordem de aquisição, não significando que, durante o processo licitatório, todos os títulos serão comprados.

Seguem as relações de títulos, conforme a classificação:
Modernização de Bibliotecas Públicas e Bibliotecas Itinerantes (Pontos de Leitura - Mais Cultura) 2008.
Em amarelo = títulos novos incluídos
Outros = constantes da antiga listagem
Em azul = títulos além do estipulado para a categoria.

Modernização - Artes
Modernização - Ciências Biológicas
Modernização - Ciências Exatas
Modernização - Ciências Humanas
Modernização - Literatura
Modernização - Referência
Modernização - Lit. Infantil e Juvenil

Bibliotecas Itinerantes - Artes
Bibliotecas Itinerantes - Ciências Humanas
Bibliotecas Itinerantes - Ciências Exatas
Bibliotecas Itinerantes - Lit. Infantil e Juvenil
Bibliotecas Itinerantes - Literatura
Bibliotecas Itinerantes - Referência
Bibliotecas Itinerantes - Ciências Biológicas
Read On 0 comentários

Dicionário de Informática

quarta-feira, junho 03, 2009
Notícias em DESTAQUE3/6/2009 CensoEaD.br
A ABED comunica que já enviou os questionários relativos ao CensoEaD.br. Caso sua instituição não tenha recebido o arquivo, entre em contato conosco. Saiba mais
7º Seminário Nacional ABED de Educação a Distância
7º SENAED acontece de 23 a 31 de maio de 2009, com uma grande novidade: pela primeira vez, o evento será totalmente a distância! Confira.

15° CIAED – Congresso Internacional ABED de Educação a Distância
Chamada de trabalhos para o 15º CIAED, que acontece de 27 a 30 de setembro de 2009, em Fortaleza (CE).

Parecer: Qual o Amparo Legal para a Educação a Distância no Brasil?
ABED consulta o Dr. Fabrizio Chiantia sobre "Qual é o amparo legal para a educação a distância no Brasil?"

Legislação em EAD
Veja os dados detalhados da Legislação em Educação a Distância no Brasil. Regulamentação, Decretos, Portarias, tabelas separadas por regiões, entre outras informações atualizadas. Entre e acesse o documento.

Mais Notícias
Read On 0 comentários

UNIVERSO PASSADO A LIMPO

quarta-feira, junho 03, 2009
MULHERES VÃO AS COMPRAS.



QUEM GASTA MAIS? As solteiras ou as casadas?

Mulheres solteiras compram mais, revela pesquisa





De acordo com o estudo, 56% delas fazem compras em lojas de departamentos, contra 54% das casadas. Quando o local do consumo é o shopping center, a diferença sobe para quatro pontos percentuais: 54% frente a 50%, respectivamente.

As solteiras também cultivam mais o hábito de comer ou passear em shoppings (47% contra 44%), ir à praia (46% contra 42%), ir a shows (31% contra 22%), frequentar danceterias e casas noturnas (20% contra 11%), frequentar clubes (16% contra 11%), ir a museus ou exposições (9% contra 7%), ir a eventos patrocinados por empresas e marcas (6% contra 4%) e assistir futebol em estádios (6% contra 4%).

Leitura e aparência

Ainda no que diz respeito ao lazer, as mulheres que ainda não encontraram sua cara-metade leem mais, tanto para fins profissionais - 22% das solteiras frente a 17% das casadas -, como nas horas de folga - 39% e 35%, nesta ordem.

O hábito de frequentar bancas de jornal e revistas também é maior entre as mulheres solteiras (21% contra 19%), assim como o de cuidar mais da aparência, visto que 10% costumam fazer ginástica em academia, ao passo que somente 8% das casadas fazem o mesmo.

Carreira

O estudo da Ipsos ouviu cerca de 5.019 mulheres, com idades entre 30 e 39 anos e constatou que as mulheres solteiras estão mais concentradas nas classes mais altas. Aproximadamente, 8% delas pertencem à classe A, 32% à B, 42% estão na classe C, 15%, na D e 3%, na E.

Entre as casadas, os percentuais são os seguintes: 6% na A, 28% na B, 47% na C, 17% na D e 2% na E.

No que diz respeito ao mercado de trabalho, as solteiras trabalham mais, sendo 56% em período integral, contra 45% das casadas, e 22% em meio período, frente a 20% das que já disseram sim no altar.

O mesmo se repete nos níveis de ocupação profissional: Superior (7% e 5%, respectivamente), Médio (40% e 29%), inferior (31%, para ambos) e sem atividade (22% contra 35%).

Site www.yahoo.com.br




Agradeço a visita - Cecília Alves ÀS 09h36
Comments



05/05/2009
DIA MUNDIAL DA LAVAGEM DAS MÃOS



Mundo atual no combate as doenças.

Contra gripe suína, EUA recomendam lavar as mãos e usar máscara

da Folha Online

"Lave as mãos." Essa é o principal conselho do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos para prevenir a infecção pelo vírus da gripe suína, que matou 22 pessoas no México e fez pessoas doentes nos Estados Unidos e Canadá. Este foi um alerta da Folhaonline dia 26/04/2009.

Principal via de transmissão de microrganismos e, portanto, de doenças, as mãos devem ser constantemente limpas. A dica é uma obrigação não só para os profissionais de saúde, mas também para todos.Este simples procedimento de higiene, começou com A PARTICIPAÇÃO DE FLORENCE NIGHTINGALE NA PREVENÇÃO DAS INFECÇÕES



http://www.debobella.com/assets/images/Florence_Nightingale.jpg



Em 1863, a enfermeira Florence Nightingale descreveu procedimentos de cuidados relacionados aos pacientes e ao ambiente, com a finalidade de diminuir os riscos da infecção hospitalar. Florence solicitava que as enfermeiras mantivessem um sistema de relato dos óbitos hospitalares com o objetivo de avaliar o serviço. Essa atitude provavelmente constituiu-se na primeira referência à vigilância epidemiológica, tão usada atualmente nos Programas de Controle de Infecção Hospitalar. Seu colaborador, William Farr fazia a interpretação estatística dos dados.

Anos antes, em 1854, Florence e mais trinta e oito enfermeiras foram designadas para o hospital de base de Scutari, em Constantinopla, atual Istambul, ficando responsáveis por 1500 pacientes. Durante o conflito entre a Rússia e as forças aliadas da Inglaterra, França e Turquia, o hospital chegava a ter de 3.000 a 4.000 doentes e feridos de guerra. O hospital apresentava péssimas condições: não existiam sanitários, os leitos e roupas de cama eram insuficientes, não havia bacia, sabão ou toalhas, as pessoas comiam com as mãos e a taxa de mortalidade era de 42%. Florence, então, abriu cozinhas, lavanderias, melhorou as condições sanitárias, e fazia rondas à noite levando assistência e conforto aos pacientes. Reduziu, assim, as taxas de mortalidade de 42,7% para 2,2%. Em vista disso, após a guerra da Criméia, retornou a Londres como heroína, e em 1860 inaugurou "The Nightingale School for Nurse". Publicou mais de 100 trabalhos, sendo "Notes on Nursing" o mais valioso. Após suas observações, valorizaram-se pacientes e condições ambientais como: limpeza, iluminação natural, ventilação, odores, calor, ruidos, sistema de esgoto, mais do que simplesmente a estética.



É valido referir, que no século XIX os hospitais eram desprovidos de água corrente e a de que dispunham era contaminada. Lixos e dejetos eram jogados em poços nos fundos dos terrenos, os cirurgiões limpavam suas mãos e instrumentos nos seus aventais e as roupas de cama não eram trocadas com freqüência, facilitando a transmissão de doenças

Florence Nightingale (1854-1855), na guerra da Criméia, postulou sobre a importância de pequenas enfermarias, ligadas por corredores abertos. Da mesma forma, pregou a necessidade de ambientes assépticos e muito limpos bem como explicitou a transmissão da infecção especialmente por contato com substâncias orgânicas. Em vista disso, organizou treinamento para as enfermeiras sobre limpeza e desinfecção e orientou a construção de hospitais de maneira a possibilitar maior separação entre os pacientes.

Outro exemplo vem há 160 anos o ato de LAVAR AS MÃOS foi instituído no Hospital Geral de Viena por Ignac Semmelweis como a medida mais eficaz no controle de infecção hospitalar. Com este simples ato, conseguiu reduzir a taxa de mortalidade materna neste hospital em aproximadamente 80%. A lavagem das mãos é a rotina mais simples, mais eficaz e de maior importância na prevenção e controle das infecções hospitalares, devendo ser praticada por toda equipe, mesmo por aqueles profissionais que não prestam assistência direta a clientela.



Ignac Semmelweis



“As maiorias dos que estavam morrendo foi tratada por estudantes de medicina que trabalhavam com cadáveres durante as aulas de anatomia antes de começar seus turnos na maternidade.”

Uma vez que os estudantes não lavavam suas mãos depois de manusear os cadáveres e então tocavam nos pacientes (lavar as mãos não era uma prática de higiene naquele tempo), eles regularmente transmitiam as bactérias patogenicas dos cadáveres para as mães. "O resultado foi uma taxa de mortes 5 vezes maior para as mães que faziam o parto no hospital comparado com as que tinham o bebê em casa." diz Gerberding.

Em uma experiência, considerada na melhor das hipóteses excêntrica por seus colegas, Dr. Semmelweis insistiu para que os estudantes lavassem as mãos antes de tratarem as mães na maternidade. "Esse foi o começo do controle de infecções", diz Dr. Gerberding. "Foi realmente uma revolução, não só nos padrões de procedimentos médicos, mas na saúde pública em geral, uma vez que hoje a importância de lavar as mãos na prevenção de doenças reconhecida por todos."

Especialistas em saúde geralmente citam o ato de lavar as mãos como a forma isolada mais eficiente de prevenir a transmissão de doenças. "Essa é uma medida de controle de infecção que foi espalhada com sucesso pela comunidade", ela diz. "Boa higiene em geral, e esterilização e desinfecção em particular, juntamente com outros padrões que começaram em hospitais, ficaram amplamente usados em todos os lugares."

No ambiente hospitalar, lavar as mãos pode prevenir infecções potencialmente fatais de se espalharam de paciente para paciente, e dos pacientes para o profissional da saúde e vice-versa. Em casa, lavar as mãos pode prevenir que doenças infecciosas, como diarréia e hepatite A, passem de um membro da família para outro e, algumas vezes, para a comunidade.

A regra básica nos hospitais e lavar as mãos entre os contatos com pacientes. Em casa deve - se lavar as mãos antes de preparar a comida, depois de trocar fraldas, e depois de usar o banheiro.

QUANDO LAVAR AS MÃOS:

No início e no fim do turno de trabalho.

Antes da realização de qualquer procedimento.

Antes e depois de contato com pacientes.

Após o contato direto com matéria orgânica.

Quando as mãos forem contaminadas, em caso de acidente.

Após coçar ou assuar nariz, pentear os cabelos, cobrir a boca para espirrar e/ou manusear dinheiro. Antes de comer, beber, manusear alimentos e fumar.

Antes e após utilizar o banheiro.



LEMBREM-SE:
O uso de luvas não exclui a lavagem das mãos.

Mantenha as unhas curtas e remova todas as jóias antes da lavagem das mãos, pois existem estudos que comprovam alta quantidade de microrganismos sob as unhas, em anéis, relógios e pulseiras.

E no caso de dúvida: "LAVE SEMPRE SUAS MÃOS"





Procedimento para lavar as mãos

Um conveniente método para lavar as mãos deve atender aos seguintes pontos:

Use sabonete liquido e água corrente;

Esfregue vigorosamente as mãos enquanto as lava;

Lave toda a superfície (incluindo as costas das mãos, os pulsos, o espaço entre os dedos e sob as unhas);

Deixe a água a correr até que todo o sabonete tenha sido removido;

Limpe as mãos com uma toalha descartável;

Em casas de banho públicas, feche a torneira usando uma toalha de papel.




Agradeço a visita - Cecília Alves ÀS 19h50
Comments



01/05/2009
GRIPE A?

OMS: Gripe suína vira Gripe A H1N1

Publicada em 30/04/2009 às 22h24m

VEJA AQUI A INTEGRA



Fonte: O Globo



GENEBRA - A gripe suína não é mais "suína". Um dia depois de o Egito determinar a matança de 300 mil porcos - um equívoco, segundo especialistas, porque a transmissão está acontecendo entre seres humanos e não tem mais nada a ver com porcos - a OMS decidiu mudar o nome para Gripe A H1N1.

" Quando as pessoas veem o nome "gripe suína", pensam que porco é um perigo para a população. Não. Porcos não são perigosos e não estão infectando pessoas "

Houve pressão da indústria pecuária, inclusive do Brasil, bem como de agências da ONU, como a FAO, que argumentam que o nome "gripe suína" estava passando a mensagem errada aos consumidores e levando governos a erguer várias barreiras ao comércio de carne de porco. Vários países, entre eles Rússia, China e Ucrânia, proibiram a importação de carne de porco do México e de partes dos Estados Unidos. O diretor-geral assistente da OMS Keiji Fukuda disse que a organização resolveu mudar o nome para evitar a confusão, mas também por um fato: esta gripe é "humana".

- Em muitos lugares, quando as pessoas veem o nome "gripe suína", pensam que porco é um perigo para a população. Não. Porcos não são perigosos e não estão infectando pessoas - explicou.

Fukuda disse que a OMS resolveu, então, aplicar o nome científico do novo vírus, evitando assim a estigmatizarão da doença e reações desmesuradas em relação aos animais.

A DOENÇA NO BRASIL

Em pleno dia do trabalho vejam como as pessoas que não podem dar o luxo de descansar estão se precavendo para não contrair a doença.

Em São Paulo

Gripe Suína: taxistas trabalham com máscaras em Cumbica, SP



Fonte: UOL

DADOS ATUALIZADOS DOS INFECTADOS PELA GRIPE A

Os Estados Unidos confirmaram nesta sexta-feira (1) que o número de casos da nova gripe suína subiu para 141 em 19 Estados, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).oficialmente chamada de influenza A (H1N1). Até agora, 331 pessoas estão infectadas pelo vírus em pelo menos 11 países.


H1N1



Imagem de microscópio cedida

pelo Centro de Controle e Prevenção

de Doenças dos Estados Unidos

mostra o H1N1, estirpe do vírus da gripe suína




Balanço da OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou hoje o número de casos confirmados de gripe suína, agora são 156 casos no México, 109 nos EUA, 34 no Canadá; 8 no Reino Unido; 13 na Espanha; 3 na Alemanha; 3 na Nova Zelândia; 2 em Israel, 1 na Áustria, 1 na Suíça e 1 na Holanda. Já são 176 mortes no México (dez confirmadas) e uma nos Estados Unidos.

Em sua apuração, a OMS não leva em conta os casos confirmados em laboratórios que não lhe foram notificados oficialmente, e por isso os números da organização sempre são menores que os dados divulgados pelos governos.

A OMS voltou a dizer que não recomenda a restrição de viagens regulares nem o fechamento de fronteiras, mas considera "oportuno que as pessoas doentes suspendam viagens internacionais e que aqueles que apresentem sintomas após uma viagem internacional busquem atendimento médico".

Além disso, a OMS assegurou "que não há risco de infecção por comer porco bem cozido ou produtos provenientes deste animal".

Fonte: UOL




Agradeço a visita - Cecília Alves ÀS 14h30
Comments



30/04/2009
GRIPE SUÍNA - URGENTE



Gripe suína ou gripe porcina é uma doença infectocontagiosa ocasionada por uma variante do vírus influenza H1N1. Apesar do nome não é transmitida pelos porcos, por isso, discute-se a mudança do nome para não ocasionar erros.

Também denominada gripe mexicana, gripe norte-americana, influenza norte-americana ou nova gripe.

A transmissão ocorre apenas entre humanos (homem-homem). Até o momento não foi registrado nenhum caso de contaminação por contato com animais, mas somente pelo contato entre humanos.

O consumo de carne de porco não acarreta doença, uma vez que o vírus é inativado pelo calor. Esta afecção está sendo considerada epidêmica no México, onde o governo já anunciou 7 mortes confirmadas causadas pelo H1N1 e 152 casos de morte suspeitos, levando a Organização Mundial da Saúde a declarar que a doença é uma "emergência na saúde pública internacional" com grandes chances de tornar-se uma pandemia.

Forma de contágio

A contaminação se dá da mesma forma que a gripe comum, por via aérea, contato direto com o infectado, ou indireto (através das mãos) com objetos contaminados.

Não há contaminação pelo consumo de carne ou produtos suínos, nem pelo contato com os porcos. Cozinhar a carne de porco a 70 graus Celsius destrói quaisquer microorganismos patogênicos.

Não foram identificados animais (porcos) doentes no local da epidemia (México). Trata-se, possivelmente, de um vírus mutante, com material genético das gripes humana, aviária e suína.

Sintomas

Assim como a gripe humana comum, a gripe H1N1 2009 (Mexicana) apresenta os sintomas: febre, cansaço, fadiga, dores pelo corpo, tosse e ainda sintomas característicos como diarreia ou vômitos.

Tratamento

De acordo com a OMS, os medicamentos antiviral oseltamivir e zanamivir, em testes iniciais mostraram-se efetivos contra o vírus H1N1.

Ter hábitos de higiene regulares, como lavar as mãos, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença.

Polêmica

Os criadores de porcos querem mudar o nome da doença de gripe suína, para gripe mexicana, devido ao surto da doença ter ocorrido no México. Eles reinvidicam que o nome deve ser mudado pois os criadores temem que haja impacto negativo nas vendas de carne de porco, embora já seja certo de que o consumo de carne suína não transmite a doença.

Para evitar que a suinocultura sofra prejuízos ao ser associada a esta doença, Androulla Vassiliou comissária de Saúde da União Européia, declarou que o seu nome poderia ser alterado para "Nova gripe."

Alguns defendem a idéia que a enfermidade deveria ser denominada "gripe norte-americana" ou "influenza norte-americana."

Surto de 2009

Até a data de hoje (30/04/2009), no México eleva-se a pelo menos 159 o número de mortes suspeitas pela gripe suína, enquanto o número de falecimentos confirmados pela doença, situa-se em 8.

Sessenta e cinco casos confirmados no Estados Unidos sendo que a primeira morte foi confirmada no dia 29/04/2009.

Casos foram confirmados na Europa:

Duas pessoas de nacionalidade espanhola com caso confirmado. A Espanha declarou cinquenta e nove casos suspeitos.

O Reino Unido confirmou a existência de cinco pessoas infectadas.

Foram registados casos suspeitos em França e Suiça.

Em sua escala de risco de pandemia, a Organização Mundial da Saúde aumentou o nível de alerta em relação à gripe suína de 4 para 5. Na escala, criada em 2005, o nível máximo é 6. O surto é o que teve maior classificação desde a criação da escala.



Países lusófonos



Portugal, Timor Leste e países lusófonos africanos: Até agora não foi regist(r)ado nenhum caso confirmado de Gripe Porcina em Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau ou em Timor Leste. Em Portugal existiram 3 casos suspeitos que não se confirmaram.

Brasil

Espírito Santo: No Espírito Santo, o primeiro caso suspeito de gripe suína foi registrado dia 28/04/2009, terça-feira. Um engenheiro de 32 anos, morador da Praia da Costa, em Vila Velha, que chegou dos Estados Unidos dia 24, sexta-feira, estava com os sintomas da doença, e agora é monitorado pela Secretaria de Saúde (Sesa).

Goiânia: Uma mulher e uma criança (mãe e filha), chegaram ao Hospital Materno Infantil no dia 28 de Abril de 2009, terça-feira, com a suspeita da gripe suína. O marido da mulher viajara para os Estados Unidos anteriormente. Os funcionários receberam máscara bico-de-pato, e os pacientes que estavam no local receberam máscara cirúrgica. Filha e mãe foram encaminhados para o HDT (Hospital de Doenças Tropicais). A mulher disse que seu marido chegou dos Estados Unidos muito gripado, mas não foi ao hospital e ainda não se tem informações a respeito dele.

São Paulo: Chegaram a ser suspeitados dois casos, um de uma mulher e o outro, de um rapaz, mas na mulher foi diagnosticado sinusite. O rapaz ainda está internado e o exame só sairá nesta quarta feira, dia 29. Na maioria dos aeroportos, passageiros que vieram de vôos que sairam do México estão recebendo máscaras. Há no HC da Unicamp, dois casos suspeitos da gripe.

Belo Horizonte: Três pessoas foram internadas no dia 27. Todas estavam em Cancún, no México. E uma pessoa no dia 28 de abril.

Salvador: Um caso suspeito, homem proveniente de Boston com todos os sintomas. Está internado no hospital Otávio Mangabeira fazendo exames e aguardando os resultados para a confirmação da infecção.

Rio de Janeiro: Uma mulher que chegou dos Estados Unidos no sábado (25) está internada num ambiente isolado desde segunda-feira (27) no Hospital Copa D'Or, em Copacabana, na Zona Sul. A mulher, que tem 44 anos e está num quarto da unidade semi-intensiva, apresenta sintomas de gripe forte, com febre alta, dor de cabeça e dor de garganta. Em Volta Redonda, no interior do estado, uma médica que chegou de Cancun, encontra-se de quarentena por suspeita da doença, exames já realizados estão no aguardo dos resultados.

Fortaleza: Duas crianças e uma mulher chegaram a Clínica Gênesis, onde foi diagnosticado a doença.

Itapema: Três pessoas de uma mesma família estão com suspeitas de terem contraido a Gripe Suina,numa viagem para Curitiba (PR) e tiveram contato com um estudante do México. Os mesmos estão isolados desde de Terça-Feira(28), e um homem parente dos mesmos está em casa sobre monitoramento. E o exame das três pessoas para confirmar se estão ou não com a gripe,foram enviados para o Rio de Janeiro. Primeiro caso de gripe suína na Alemanha Ontem

Na Europa

Alemanha: As autoridades sanitárias alemãs anunciaram que surgiu um caso suspeito de contágio com o vírus da gripe suína em Hamburgo, cujos primeiros testes deram positivos. Trata-se de uma jovem, que está internada em quarentena na clíncia universitária local, "com sintomas suspeitos", disse o porta-voz da Direcção Regional de Saúde, Rico Schmidt. A paciente esteve no México e depois de aterrar em Dusseldorf regressou a Hamburgo, onde reside, adiantou ainda o mesmo responsável.

O diagnóstico definitivo aguarda ainda, no entanto, o resultado de testes bio-moleculares, considerados mais exactos do que os testes preliminares já efectuados.

A jovem está a ser medicada e o seu estado de saúde "é bom, dadas as circunstãncias", disseram ainda as autoridades sanitárias de Hamburgo.

Nos três casos suspeitos surgidos na segunda-feira, na Renânia, não se confirmou a presença do vírus H1N1 da gripe suína.

Hoje, porém, na Baviera (sul da Alemanha) foram detectadas mais três pessoas que estiveram recentemente no México, um casal e um homem, revelou o ministro da saúde bávaro, Markus Soeder. O casal "está bem", mas o terceiro paciente "apresenta sintomas de gripe", faltando apurar se se trata da gripe suína, segundo o director do Instituto Robert Koch (RKI), Joerg Hacker. O casal está sob vigilância médica, em casa, e o homem foi hospitalizado numa clínica de Munique, em regime de quarentena.
Read On 0 comentários

Dominio Publico

quarta-feira, junho 03, 2009
"Uma biblioteca digital é onde o passado encontra o presente e cria o futuro."
Dr. Avul Pakir Jainulabdeen Abdul Kalam
Presidente da Índia - 09/set/2003


O "Portal Domínio Público", lançado em novembro de 2004 (com um acervo inicial de 500 obras), propõe o compartilhamento de conhecimentos de forma equânime, colocando à disposição de todos os usuários da rede mundial de computadores - Internet - uma biblioteca virtual que deverá se constituir em referência para professores, alunos, pesquisadores e para a população em geral.

Este portal constitui-se em um ambiente virtual que permite a coleta, a integração, a preservação e o compartilhamento de conhecimentos, sendo seu principal objetivo o de promover o amplo acesso às obras literárias, artísticas e científicas (na forma de textos, sons, imagens e vídeos), já em domínio público ou que tenham a sua divulgação devidamente autorizada, que constituem o patrimônio cultural brasileiro e universal.

Desta forma, também pretende contribuir para o desenvolvimento da educação e da cultura, assim como, possa aprimorar a construção da consciência social, da cidadania e da democracia no Brasil.

Adicionalmente, o "Portal Domínio Público", ao disponibilizar informações e conhecimentos de forma livre e gratuita, busca incentivar o aprendizado, a inovação e a cooperação entre os geradores de conteúdo e seus usuários, ao mesmo tempo em que também pretende induzir uma ampla discussão sobre as legislações relacionadas aos direitos autorais - de modo que a "preservação de certos direitos incentive outros usos" -, e haja uma adequação aos novos paradigmas de mudança tecnológica, da produção e do uso de conhecimentos.


FERNANDO HADDAD
Ministro de Estado da Educação
Read On 0 comentários

RELAÇÃO DE NORMAS BRASILEIRAS DE DOCUMENTAÇÃO

quarta-feira, junho 03, 2009
NBR 5892:1989 (NB 113)

Norma para Datar - 2 págs.

Fixa as condições exigíveis para indicação da data de um documento ou acontecimento - R$ 10,40



NBR 6021:2003 (NB 62)

Informação e documentação - Publicação periódica científica - Apresentação - 9 págs.

Esta norma especifica os requisitos para apresentação dos elementos que constituem a estrutura de organização física de uma publicação periódica científica impressa. Destina-se a orientar o processo de produção editorial e gráfica publicação, no sentido de facilitar a sua utilização pelo usuário e pelos diversos segmentos relacionados como tratamento e a difusão da informação. Esta norma não se aplica à apresentação de livros e folhetos. - R$ 33,60



NBR 6022:2003 (NB 61)

Informação e documentação - Artigo em publicação periódica científica - Apresentação - 5 págs.

Esta norma estabelece um sistema para a apresentação dos elementos que constituem o artigo em publicação periódica científica impressa. - R$ 20,40



NBR 6023:2002 (NB 66)

Informação e documentação - Referências - Elaboração - 24 págs.

Estabelece os elementos a serem incluídos em referências. Fixa a ordem dos elementos da referência e estabelece convenções para transcrição e apresentação da informação originada do documento e/ou outras fontes de informação. Destina-se a orientar a preparação e compilação de referências de material utilizado para a produção de documentos e para inclusão em bibliografias, resumos, resenhas, recensões e outros. - R$ 35,70



NBR 6024:2003 (NB 69)

Informação e documentação - Numeração progressiva das seções de um documento escrito - Apresentação - 3 págs.

Esta norma estabelece um sistema de numeração progressiva das seções de documentos escritos, de modo a expor numa seqüência lógica inter-relacionamento da matéria e a permitir sua localização. Esta norma se aplica à redação de todos os tipos de documentos escritos, independentemente do seu suporte, com exceção daqueles que possuem sistematização própria (dicionários, vocabulários etc.) ou que não necessitam de sistematização (obras literárias em geral). - R$ 15,50



NBR 6025:2002 (NB 73)

Informação e documentação - Revisão de originais e provas- 6 págs.

Estabelece os sinais e símbolos a serem usados na revisão de originais e de provas . Estabelece também as convenções para os procedimentos de correção e marcação de emendas em originais e provas - R$ 20,40



NBR 6027:2003 (NB 85)

Informação e documentação - Sumário - Apresentação - 2 págs.

Esta norma estabelece os requisitos para apresentação de sumário de documentos que exijam visão de conjunto e facilidade de localização das seções e outras partes. Esta Norma se aplica, no que couber, a documentos eletrônicos. - R$ 10,40



NBR 6028:1987 (NB 88)

Resumos - 3 págs.

Fixa as condições exigíveis para redação e apresentação de resumos. Aplica-se a qualquer tipo de texto - R$ 15,50



NBR 6029:2002 (NB 217)

Informação e documentação - Livros e folhetos - Apresentação - 9 págs.

Estabelece os princípios gerais para apresentação dos elementos que constituem o livro ou folheto. Destina-se a editores, autores e usuários. Não se aplica à apresentação de publicações seriadas. - R$ 33,60



NBR 6030:1980 (NB 311)

Apresentação de Ofício ou Carta Formato A-4 - 5 págs
Continua...
Read On 0 comentários

IAPMEI

quarta-feira, junho 03, 2009
Apresentação


A necessidade de avaliar o desempenho das empresas de forma comparativa e sistemática, procurando identificar e actuar nos factores de sucesso e de insucesso, fez com que se desenvolvesse uma nova ferramenta de gestão conhecida por Benchmarking.

O IAPMEI consciente do potencial do Benchmarking enquanto ferramenta de apoio à gestão, disponibiliza o acesso ao Índice de Benchmarking Português (IBP), permitindo às empresas:
- Avaliar o seu desempenho, comparativamente a um grupo ou sector de actividade;
- Planear o futuro, definindo e projectando acções que devem ser prioritárias, em função da identificação de pontos fortes e fracos.

Neste sítio saberá o que é o Benchmarking e de que forma poderá esta ferramenta ajudar a sua empresa.
Read On 0 comentários

CURSOS E CONCURSOS GRÁTIS

quarta-feira, junho 03, 2009
CURSOS E CONCURSOS GRÁTIS (205 mensagens)
FORUM PARA DISTRIBUIÇÃO DE CURSOS GRÁTIS DE INFORMÁTICA E PROGRAMAS DIVERSOS PROGRAMAS DE DESBLOQUEIO E REPAROS DE CELULARES. cadastrem-se no link fornecido e nos informe o nome de usuario, para que possamos disponibilizar o link para download.
Fórum criado em 01/02/2006 por merson
Popularidade: 2311
Tags: programas concurso cursos digitacao celulares computadores manutencao desbloqueios

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, constitui crime punido com reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos e multa, conforme determina a Lei 7.716/89 em seu artigo 20, § 2°. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.
Read On 0 comentários

1947: o Plano Marshall

quarta-feira, junho 03, 2009
1947: o Plano Marshall


reprodução

George C. Marshall (1880-1959)

O ano de 1947 marcou o ponto de partida para a guerra fria entre os Estados Unidos e a União Soviética. Naquela data os americanos tomaram duas iniciativas importantíssimas: primeiro, decidiram-se pela política de "contenção" ao comunismo, dando início a pesados investimentos em armamentos e artefatos nucleares; em segundo, por auxiliarem economicamente, por meio do Plano Marshall, os países europeus assolados pela guerra, permitindo que eles dessem começo aos programas de reconstrução nacional.

"Nossa política não se dirige contra nenhum país ou doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos."

G. Marshall, discurso em Harvard, 5 de junho de 1947

A fome e o frio


reprodução

Desolação nas ruas de Londres

Iniciava-se a primavera de 1947 ao tempo em que encerrava-se o mais tenebroso inverno da Europa no século XX. Nos finais da Segunda Guerra Mundial, na parte ainda controlada pela a Alemanha nazista em seu estertor, o sistema de abastecimento ainda funcionava razoavelmente, e salários e preços tabelados impediam o furor inflacionário. Mas quando os tiros por fim cessaram, seguido da desmobilização geral, foi um deus-nos-acuda. Nos dois anos seguintes à rendição nazista, a comida evaporou-se e o que circulava no mercado negro atingia preços inimagináveis. Em Berlim, a população, para sobreviver ao enregelamento, abateu todas as árvores da cidade. Os parques públicos, como o devastado Tiergarten, serviram para que neles proliferassem hortaliças. Onde outrora havia as elegantes tílias, agora vicejavam repolhos e nabos, plantações noite e dia policiadas pelos moradores para que não as roubassem.

Ruína e desolação


reprodução

Europa em ruínas

Quem desembarcasse no porto do Havre, em Antuérpia ou em Amsterdam, entrando no continente adentro, não pararia mais de ver ruínas e desolação por todos os lados. Quase toda a infra-estrutura de comunicações e transportes estava destruída. Cidades ou aldeias inteiras, somente se ultrapassasse os Montes Urais, lá nos fundões da Rússia, distantes mais de 4.600 quilômetros das margens do Oceano Atlântico. Estradas-de-ferro, minas, portos, pontes, canais, linhas de metrô, reservatórios de água, represas, fábricas, rede elétrica, cabos, barcos, estradas, cidades grandes e pequenas, e até mesmo milhares de aldeolas transformaram-se, depois de seis anos de guerra total, num imenso entulho, servindo como um gigantesco sepulcro aos mortos. Milhões deles.
Read On 0 comentários

DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação

quarta-feira, junho 03, 2009
As palavras voam, a escrita permanece: a aventura do hipertexto [1]
Flying words, permanence of writing: adventure of hipertext
por Aldo de Albuquerque Barreto




Resumo: Hipertextualizar é uma forma muito racional de apresentar a informação que mostra como a nossa mente processa, organiza e guarda conhecimento. Cria um espaço de informação orgânico, quando oposto ao formato linear imposto pelo modelo da imprensa permitindo amarrações múltiplas. As novas tecnologias da informação são relacionadas com a criação da informação; o ato de criar a informação no computador é marcado pela convivência com os evanescentes pixels de fósforo em uma tela de raios catodos e é tamanha a impermanência do texto nesta criação que poderíamos comparar com o processo de composição que opera no pensamento do indivíduo gerador. A informação no texto linear reduz a incerteza pontual tal como quando um diz vou com a doçura o outro pode de imediato querer encontrar a criatura nesta colocação unidimensional das palavras; o hipertexto com sua trajetória vagante e livre cria incertezas, pois textos entrelaçados e direcionados ao infinito não respondem, apontam, e o fazem sem uma definição estrita, sem linhas formais, cores ou formas previamente pensadas. Não tem mesmo uma única realidade por norma ou forma. Pode ser um percurso de passos delirantes, sem destino certo ou explicações fáceis; um percorrer de labirintos de medusas entrelaçadas.
Palavras-chave: Informação; Conhecimento; Texto Linear; Hipertexto; Novas Tecnologias.

Abstract: Writing in hypertext is a very rational form to present the information as it shows how our mind processes, organizes and keeps knowledge. It creates a different space when opposing information in the linear format. The act of creating information using computers is so impermanent as the process of thinking itself The information in the linear text reduces the prompt uncertainty such as when one says: I go with the sweetness the other can immediately want to find the creature in this unidirectional rank of the words; hypertext with its trajectory creates uncertainties, they do not answer; they point and they make it without a strict definition, without formal lines, colors or forms previously thought. It does not have only one reality for norm or form. It can be a passage of delirious steps without an exact destination or easy explanations.
Keywords: Information; Knowledge; Linear Text; Hypertext; New Technologies.
Read On 0 comentários

BIREME

quarta-feira, junho 03, 2009
Os principais fundamentos que dão origem e suporte à existência da BIREME são os seguintes:

O acesso à informação científico-técnica em saúde é essencial para o desenvolvimento da saúde.
A necessidade de desenvolver a capacidade dos países da América Latina e do Caribe de operar as fontes de informação científico-técnica em saúde de forma cooperativa e eficiente.
A necessidade de promover o uso e de responder às demandas de informação científico-técnica em saúde dos governos, dos sistemas de saúde, das instituições de ensino e investigação, dos profissionais de saúde e do público em geral.
Read On 0 comentários

Visite o novo BSF em bsf.org.br

quarta-feira, junho 03, 2009
Empresa Junior
June 26th, 2006

A biblioteconomia possui um grande mercado a ser explorado, que é o de consultoria para o Gerenciamento de informações em qualquer atividade.
Uma das iniciativas para ocupar esse mercado que mais admirei quando conheci o funcionamento em 2002 durante o ENEBD de BH foi a Consultoria Junior para Gerência de Informações - CGI - Jr, uma empresa Junior […]


Vagas para Estágio - Bibliotecário - São Paulo
June 15th, 2006

A SciELO , biblioteca eletrônica de periódicos científicos oferece vagas para:
ESTÁGIO EM BIBLIOTECONOMIA
Requisitos:

estar cursando nível superior, a partir do 2º ano
conhecimento de normas bibliográficas (ABNT, ISO, AACR2)
desejável conhecimento em HTML

Período: 5 horas - manhã (8h00/13h00) ou tarde (13h00/18h00)
Bolsa auxílio: R$ 750,00
Local de trabalho: próximo ao metrô Santa Cruz
Enviar currículo até 03/07/2006 para o e-mail scielo@bireme.br […]


Mais provas de concursos em Biblioteconomia
April 28th, 2006

Olá, novas provas enviadas por Marilene de Oliveira e Moreno Barros foram incluídas em nosso repositório de provas.
Veja as novidades em nosso registro de alterações. Ou baixe todas provas em dois arquivos:
provas.zip (4MB);
Naoclassificadas.zip (8MB).
Bons estudos!


Áreas quentes em 2006
March 9th, 2006

Se a cada ano uma revista diferente publicar a Biblioteconomia como a profissão “quente”, estamos bem para o resto das nossas vidas. iei!
via Lennine


Repositório de provas mudando de lugar
October 5th, 2005

Olá, atendendo a pedidos, nosso repositório de provas de biblioteconomia está mudando de lugar, já que o local antigo não está funcionando a contento.
Estou devendo uma atualização do repositório desde o ano passado, mas ainda não será dessa vez. A colega Marilene de Oliveira, maior colaboradora do repositório, me envio provas no final do […]


Provas de concursos
February 21st, 2005

Um dos maiores responsáveis pelo acesso ao nosso Blog é o Repositório de provas de concursos de biblioteconomia, criado e mantido pelo Diego.
Mas ao ler as questões das provas (só li algumas), confesso que fiquei decepcionado. Em uma área que está em pleno processo de mudança, a avaliação para cargos depende exclusivamente de conhecimentos […]


Novas provas de concursos na área de biblioteconomia
September 29th, 2004

Olá,
graças a colaboração da colega Marilene de Oliveira nosso repositório de provas está atualizado com novas provas. Veja o que mudou lendo o registroDeAlteracoes. Note que as provas novas não foram classificadas, veja o que isso significa.
A Marilene pergunta se alguém tem as provas que foram dadas nas […]
Read On 0 comentários

Blog direcionado aos profissionais e estudantes de Biblioteconomia, Ciência e Gestão da Informação.

quarta-feira, junho 03, 2009
Registro de Alterações

26/03/2006
- Provas em um servidor mais rápido
- Registro de alterações em uma página fixa no Bibliotecários sem Fronteiras

29/09/2004

- Acrescentadas provas diversas enviadas pela colega Marilene de Oliveira. Muito obrigado, Marilene!

As provas estão temporariamente na pasta “Nao classificadas”. Quando possível serão classificadas. Os arquivos novos são:

ANAL_JUD_BIBLIOTECON.pdf

AN_PLEN_I_BIBLIOT.pdf

BALCAODECONCURSOS.COM.BR_PROVA_01509_15.pdf

BALCAODECONCURSOS.COM.BR_PROVA_01568_06.pdf

NS_BIBLIOTECARIO.pdf

PROVA-F06-TIPO1TRT[1].PDF

provabibliotecario.pdf

- Atualizado arquivo provas.zip (que contém todas provas deste repositório)

07/05/2004

- Acrescentada prova, gabarito e edital da prova da UFPR (janeiro/2004) na pasta “UFPR”. Obrigado Marilene pela dica.

- Atualizado arquivo provas.zip (que contém todas provas deste repositório)

22/03/2004

- Arquivo provas.zip com todas provas

- este registro com as última alterações

15/03/2004

- Acrescentada prova, programa e gabarito da UFPel (Universidade Federal de Pelotas) Valeu Emerson pela dica!

11/03/2004

- Acrescentada prova de Araquari
Read On 0 comentários

Biblioestudantes

quarta-feira, junho 03, 2009
SITES QUE MERECEM DESTAQUE:

office.gif (258 bytes) Datathéke - Conteúdo: Base de dados referencial dos artigos publicados nas mais de 250 revistas assinadas pela Biblioteca da Facultad de Traducción y Documentación da Universidad de Salamanca.

office.gif (258 bytes) Documents in Information Science (DoIS) - Conteúdo: Base de dados na qual é possivel realizar busca em diversas revistas e eventos da área. No endereço: http://dois.mimas.ac.uk/DoIS/data/ArticleSeries.html você poderá encontrar a listagem dos títulos que fazem parte da base. Alguns artigos encontram-se na Integra.

office.gif (258 bytes) Guia de biblioteconomia - Conteúdo: Site do bibliotecário Michelangelo Mazzardo, com diversos artigos e links. Devidamente separados de acordo com o tema.

office.gif (258 bytes) Infohome - Conteúdo: Site criado pelo Prof. Oswaldo Francisco de Almeida Jr, contendo anuncios de emprego, colunas e artigos da área, além de noticias atualizadas.


new4.gif (986 bytes)NOVIDADES :

Estão sendo incluídos mais artigos e links que foram coletados nesse último ano. Além disso, resolvi separar os artigos e links existentes em grandes áreas para facilitar a pesquisa, sem que você usuário necessite abrir muitas páginas.

01marcador01.gif (850 bytes) Apresentação: Este site foi idealizado por Sheila Braga. Bibliotecária formada pela Fundação Escola de Sociologia e Política - FESP em São Paulo/SP. Devido a problemas ocorridos com os provedores anteriores, antes de mudar de URL, o site já possuía um total de 6.000 acessos desde Fevereiro/2002 quando foi criado.

01marcador01.gif (850 bytes) Objetivo: Este site tem como finalidade auxiliar estudantes de biblioteconomia que buscam material, fontes de informação e referências sobre o tema. Aqui ele poderá encontrar arquivos sobre diversos assuntos, links para periódicos, grupos, listas de discussão, etc...

01marcador01.gif (850 bytes) Entre em contado: Se tiver alguma dúvida entre em contato através do LIVRO DE VISITAS
Read On 0 comentários

Cursos 24 horas

Ocorreu um erro neste gadget

Followers

Arquivo do blog